:::: MENU ::::
Posts tagged with: Equipe

O que são e como são as tão mal interpretadas Equipes Multidisciplinares?

Time

Sei que esse assunto é figurinha marcada em diversos textos na internet e no próprio guia do Scrum, porem ainda causa muita confusão e má interpretação até mesmo por profissionais experientes. Cabe a mim escrever mais um destes textos no intuito de frisar essa ideia :).

A multidisciplinaridade está presente não só em projetos ágeis, ela está presente em toda uma empresa, equipe de trabalho ou qualquer outro grupo que tenha algum objetivo específico. Quantas vezes vemos pessoas sendo multifuncionais em variados momentos dentro das empresas?

Na visão do Scrum, o Time deve ser multifuncional, não existindo distinção de cargos ou funções, títulos ou senioridades e muito menos áreas determinadas ou especificas de atuação. No Scrum todos os integrantes do time são conhecidos como desenvolvedores.

Essa regra se alinha com a regra de que nenhuma tarefa a ser realizada possui um dono, e que todas as tarefas são de responsabilidade de todo o Time, característica forte do Scrum.

Essas características vão contra outras abordagens de gerenciamento, ou de algumas boas práticas, que defendem o uso de especialistas em determinadas áreas.

Sendo mais claro na definição, o Time deve ser multidisciplinar, não os integrantes. Logicamente durante a execução de uma tarefa, os indivíduos podem e devem ajudar a concluir as tarefas que outro individuo está executando, voltando à regra de que as tarefas pertencem a todo o Time e não a um indivíduo.

Quem consegue ser especialista em tudo?

Nos projetos da empresa que trabalho todos os projetos e tarefas são compostos por equipes multidisciplinares, porém, as tarefas que exigem mais responsabilidades ou que levam mais tempo são executadas por especialistas mais experientes e tarefas “mais simples” por especialistas com um grau de experiência menor. No entanto, isso nem sempre é regra, variando de situação para situação.

O ponto que difere o Scrum é a forma em que ele contribui para que essa multifuncionalidade seja difundida e expandida gerando indivíduos mais capacitados, proativos e com maior colaboração.

Até a próxima!


Como detonar sua equipe em 10 lições!

Resolvi criar um post com as 10 lições abaixo que são focadas em gestão de pessoas, as lições servem para a maioria dos sistemas empresariais atuais abertos, pois nestes últimos tempos estou tendo várias experiências (positivas e negativas) quanto a isso.

As 10 lições são:

1 – Nunca peça claramente o que você quer, afinal sua equipe não pode ter boa vida.
2 – Faça o acompanhamento das encomendas sempre na véspera da data de entrega combinada pois a vida tem que ter emoções!!
3 – Nunca agende as reuniões. Convoque-as sempre de surpresa para testar o nível de prontidão da equipe.
4 – Estabeleça uma pauta fixa para as reuniões pois os problemas são sempre os mesmos.
5 – Reuniões rápidas e objetivas são tão ruins quanto fast-food. As reuniões demoradas é que medem o comprometimento da equipe.
6 – Atas de reunião são para aqueles que não comparecem. Nunca as faça como forma de estimular a participação de todos.
7 – Os participantes das reuniões são pessoas essenciais. Como a equipe do projeto também é, convoque sempre todos, indistintamente.
8 – Nunca cobrar o que você pediu de quem você pediu como forma de estimular a equipe a trabalhar de forma integrada.
9 – Nunca deixe claro quais são as suas reais expectativas em relação à equipe, pois equipe boa tem que adivinhar o que o chefe quer.
10 – Chefe é chefe e não se mistura com a ralé, então nada de deixar bons canais de comunicação abertos com o “Zé Povinho”.

Quem quiser colaborar com experiências pessoais ou alheias, por favor não se intimide em comentar.

Abraços!